Elba Ramalho, o que diz a Dilma e a promoção do aborto

No vídeo abaixo, Elba Ramalho nos conta como teve seu cachê cortado pelo então Ministro da Cultura do governo do PT. Foi boicotada por fazer um show pela Caminhada Pró-Vida, uma campanha contra o Aborto no DF.

O PT não representa o povo; apenas, o chantagia com Bolsa Família e Bolsa Escola para que cada pobre cale sua boca. É a política da alimentação da ignorância, uma autêntica ideologia populista do cabresto. Mesmo sabendo que a população é maciçamente contra o aborto, a assaltante de bancos, que o povo “vendido” colocou no “puleiro” de Brasília, continua tentando transformar os ideais do PT em políticas públicas e leis.

Para aqueles que vierem me dizer que a Dilma não apoia o aborto, temos fartas referências em vídeo do que essa desavergonhada e mentirosa disse em várias oportunidades, ora apoiando abertamente o aborto, ora recuando, mentindo e camuflando suas intenções devido ao perigo que havia de não se reelegar em 2010.

Todo petista é, fundamentalmente, um mentiroso por nascença, e a cartilha de Lula (que versa, na prática, como chantagear e ludibriar) ela segue seu predecessor com esmero invejável até para Maquiavel. Vejam o que diz sua Excelência Mentirosa:

Fica claro que, para a Dilma, o que importa é o corpo da mulher. Jamais ela considera que há agressão contra o ser humano que está dentro da mulher, que o feto também sofre e é trucidado covardemente. Ela só visa a preservação do corpo da mulher, como se o feto fossem mero acessório descartável. Fascínora, ela e toda a corja que a acompanha!

Essa mentirosa assassina era Chefe da Casa Civil quando o PNDH3 (Plano Nacional de “Direitos HUmanos”, pesadelo nº 3) foi proposto. Ela mesmo coordenou sua elaboração! Já dissemos aqui: ela segue os ditames da ONU e da Nova Ordem Mundial, que querem a qualquer custo destruir os valores cristãos, desacreditá-los e gerir o genocídio antes mesmo do nascimento natural. Vejam o que propõe essa aberração jurídica acerca do aborto no Decreto 7.177/2010, que modifica o texto da proposta do PNDH 3:

“Art. 1o  A ação programática “g” do Objetivo Estratégico III – Garantia dos direitos das mulheres para o estabelecimento das condições necessárias para sua plena cidadania – da Diretriz 9: Combate às desigualdades estruturais, do Anexo do Decreto no 7.037, de 21 de dezembro de 2009, passa a vigorar com a seguinte redação:

“g)Considerar o aborto como tema de saúde pública, com a garantia do acesso aos serviços de saúde.

Tentando não se desgastar com as Igrejas Católicas e evangélicas, a Dilma vai lá e propõe uma mudança que, para quem conhece os tortuosos argumentos petistas, sabe que não vale nada! Questão de saúde pública? Ela parece não se “lembrar’ do Estatuto do Nascituro, aprovado na Comissão de Seguridade Social e Família recentemente, que determina:

Art. 2º Nascituro é o ser humano concebido, mas ainda
não nascido.

Parágrafo único. O conceito de nascituro inclui os seres
humanos concebidos “in vitro”, os produzidos através de clonagem ou por outro
meio científica e eticamente aceito.

Art. 3º O nascituro adquire personalidade jurídica ao
nascer com vida, mas sua natureza humana é reconhecida desde a concepção,
conferindo-lhe proteção jurídica através deste estatuto e da lei civil e penal.

Parágrafo único. O nascituro goza da expectativa do direito
à vida, à integridade física, à honra, à imagem e de todos os demais direitos da
personalidade.

Por fim, gostaria de repetir a essas feministas, assassinas de fetos, o que toda sociedade já lhes esfrega na cara:

Se suas mães tivessem abortado, talvez vocês não estivessem aqui para defender o assassinato de bebês!

737022_508472869198165_895167156_o

Anúncios

3 ideias sobre “Elba Ramalho, o que diz a Dilma e a promoção do aborto

  1. julio cesar

    realizações do comunismo pelo mundo
    1)estupro de 5.000.000 de mulheres pelos comunas(comunistas)
    2)assassinato de 100.000.000 de pessoas pelos comunistas
    só isso é o suficiente para mostrar que comunismo não presta

    Resposta
    1. Ebrael Shaddai Autor do post

      Eu acredito em tudo que você disse, até porque sou também anticomunista. Mas, devemos sempre citar as fontes do que afirmamos, sob pena de sermos acusados pelos esquerdopatas de estarmos propagando falácias.

      Obrigado pela contribuição! 😀

      Resposta
  2. Pingback: Dilma Rousseff e sua obsessão pelo Aborto | DIES IRÆ

Escreva sua opinião:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s